Universidade de Leipzig e UFPA: nova parceria na área de SCRM

Olaf Reinhold (ao centro), da Universität Leipzig, em visita à UFPA.

São Paulo. Em 04 de junho a Universidade de Leipzig visitou o DWIH - SP (Centro Alemão de Ciência e Inovação – São Paulo) para apresentar o projeto de cooperação “German-Brazilian Partnerships for Social CRM” e conhecer o centro. Participaram da conversa Olaf Reinhold e Harry Cruz (ambos da Universidade de Leipzig), Marcio Weichert (DWIH-SP) e Anna Barkhausen (DAAD São Paulo).

O projeto é financiado através do programa “Praxispartnerschaften” do DAAD por um período de quatro anos, entre 2015 e 2018, e é coordenado pela Universidade de Leipzig e a Universidade Federal do Pará (UFPA). O consórcio do projeto é formado pelas referidas universidades e por parceiros da indústria no Brasil e Alemanha. A cooperação nasceu por meio de trabalhos de pesquisa já existentes entre o Insituto de Sistemas de Informação em Leipzig e o Social CRM Research Center (SCRC) em parceria com o Laboratório de Inteligência Computacional e Pesquisa Operacional da UFPA na área de análise de big data para Social Customer Relationship Management (CRM). Social Customer Relationship Management (SCRM) é um conceito emergente, que envolve estrátegias, processos e tecnologias para integrar mídias sociais à gestão de relacionamento com o cliente em empresas.

O foco da iniciativa está no estabelecimento e aprofundamento de parcerias entre universidades e empresas alemãs e brasileiras que atuem na área de Social CRM ou que tenha interesse pelo tema, com o objetivo de criar uma rede alemã-brasileira de Social CRM. De um lado, a rede servirá como plataforma para projetos de pesquisa, intercâmbio de estudantes e pesquisadores, bem como para o desenvolvimento de conteúdos acadêmicos mais voltados para a prática. De outro, ela poderá abrir novas oportunidades de mercado para empresas de ambos países. Como uma das áreas de concentração do projeto é a parceria com indústria, a Câmara de Comércio e Indústria Brasil- Alemanha (AHK Brasil) é um parceiro especialmente promissor. Depois da conversa no DWIH-SP, houve também a oportunidade de conversar com Bruno Zarpellon, diretor do Departamento de Inovação e Tecnologia da AHK , para discutir possibilidades de cooperação.

No âmbito do projeto serão organizadas conferências, workshops, treinamentos, estudos de caso com empresas brasileiras e estágios bilaterais com empresas parceiras. A cooperação será ampliada no futuro através de novos parceiros na academia e indústria que possam apoiar essas e outras medidas – o consórcio do projeto está ativamente em busca de novos parceiros. Se você tiver interesse em saber mais sobre o projeto ou desejar se tornar parte da iniciativa, clique aqui.

Tags: 

Cooperadores