Instituto Fraunhofer IPK coordena parceria Europa-Brasil

Reunião CEBRABIC no Fraunhofer IPK em Berlim, 24 de janeiro de 2017

O Instituto Fraunhofer para Sistemas de Produção e Tecnologia de Design - IPK está coordenando o projeto que implantará o Centro para Cooperação em Inovação e Negócios Europa-Brasil (CEBRABIC). Trata-se de uma nova colaboração, criada no âmbito do Programa Horizonte 2020 da Comissão Européia, e visa reforçar a cooperação em pesquisa, tecnologia e empreendedorismo entre os estados membros da União Européia, Turquia e Brasil.

O CEBRABIC será um centro que irá trabalhar em rede, tendo como valor fundamental a criação de sinergias e complementaridades, em especial com estruturas de pesquisa e inovação da Europa localizadas no Brasil, de modo a gerar oportunidades de pesquisa, inovação e negócio, bem como estimular a demanda e a cooperação multilateral. Nesse sentindo, o centro não irá apenas fornecer serviços de apoio (como network, assessoria, treinamento e etc.), mas também serviços relacionados à tecnologia e recursos para a rede de centros regionais de inovação, procurando constantemente vínculos com o setor Industrial privado e investidores. Isso permitirá atender aos setores intensivos em conhecimento, oferecendo um portfólio de serviços que corresponda a uma abordagem integrada à cadeia de valor da inovação, além de estimular projetos de colaboração de pesquisa ao mercado.

Apoiado local e regionalmente por 15 Centros de Inovação SENAI, bem como outros parceiros, o CEBRABIC será uma ampla rede nacional que atuará como polos de inovação regional localizados em todas as regiões brasileiras. Suas sedes e escritórios de representação estarão estabelecidos em Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo.

O CEBRABIC pretende se agrupar ao nível de serviço europeu, que antes era fornecido pelas estruturas européias no Brasil de formal bilateral. O agrupamento será baseado no mapeamento de serviços e ajudará a maximizar o impacto e a variedade deles, levando a uma oferta coerente e completa. Dessa forma, as estruturas europeias estarão devidamente envolvidas na rede CEBRABIC, sobretudo como pólos regionais de inovação, o que permitirá ao centro terceirizar alguns serviços. Assim, o centro será uma estrutura organizacional enxuta com apenas recursos físicos e humanos essenciais, permitindo uma gestão eficiente e sustentável.

No projeto de implementação do centro estão previstas três etapas. A primeira, com duração de um ano, é voltada para o planejamento do centro, na qual o modelo de negócios do CEBRABIC será totalmente desenvolvido e elaborado. A segunda é um estágio piloto, em que ele irá fornecer serviços como um escritório de projetos e a título experimental, cujos resultados serão devidamente monitorados e avaliados, levando à adaptação e finalização do modelo de negócio em seus diferentes aspectos. Por fim, na terceira etapa, o CEBRABIC já estará caracterizado como entidade jurídica independente e prestará os serviços totalmente de maneira autônoma da parceria, arcando com todos os custos e receitas relacionados às suas atividades. A ideia é que o centro alcance autossustentabilidade financeira durante a vida útil do projeto.

O principal grupo-alvo do CEBRABIC são as organizações de P&I&N, que compreendem uma ampla série de tipos específicos de stakeholders: universidades, centros de pesquisa (básica e aplicada), entidades de transferência de tecnologia, parques tecnológicos, incubadoras de empresas, agências de inovação, agências de financiamento, câmaras de comércio, clusters, indústria, PMEs e startups de todos os setores, empresas de consultoria, investidores de capital de risco, pesquisadores individuais, professores e empresários.

O consórcio para esse projeto, lançado no dia 24 de janeiro em Berlim, irá trabalhar em conjunto por quatro anos para a criação do centro e conta com a participação das seguintes instituições: Österreichische Forschungsförderungsgesellschaft mbH - FFG (Áustria), European Business and Innovation Centre Network –EBN (Bélgica), Associação Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento em Empresas Inovadoras – ANPEI, Confederação Nacional da Indústria – CNI, Conselho Nacional de Fundações de Amparo à Pesquisa – CONFAP, Universidade de Campinas – UNICAMP, Fraunhofer Gesellschaft e.V. FHG, através do Fraunhofer IPK (Alemanha), Deutsches Zentrum für Luft- und Raumfahrt e.V. - DLR (Alemanha), Regional Centre for Information and Scientific Development – RCISD (Portugal), Sociedade Portuguesa de Inovação – SPI (Portugal), International Association of Science Parks and Areas of Innovation – IASP (Espanha) e Sabanci University – SU (Turquia).

Sobre o Fraunhofer IPK

O Instituto Fraunhofer IPK em Berlim é um dos 69 Institutos da Sociedade Fraunhofer, maior organização de pesquisa aplicada da Europa. O instituto possui mais de 40 anos de excelência em tecnologia de produção e realiza pesquisa aplicada e desenvolvimento em toda a cadeia de produção da indústria, desde desenvolvimento de produtos até processos de produção e manufatura, manutenção dos bens de investimento e reciclagem do produto até a concepção e gestão de empresas de manufatura. Além disso, transfere soluções de tecnologia de produção para áreas de aplicação fora da indústria, tais como medicina, transporte e segurança.

No Brasil, o Instituto possui um escritório de projetos em Brasília, que promove um sistemático planejamento de inovações em empresas e instituições brasileiras, aumentando a competitividade da indústria e fortalecendo a cooperação Brasil-Alemanha no âmbito da pesquisa aplicada. Dentre os projetos de gestão corporativa no Brasil, destacam-se: o planejamento estratégico dos 25 Institutos de Inovação do Senai (ISI) em todo o país, bem como na Gerência Nacional, em Brasília (projeto com duração de 2012 a 2019);  planejamento estratégico para o Senai Bahia em 2013; projeto de Declaração de Capital Intelectual em cooperação com a PUC-Rio (Pontifícia Universidade Católica - Rio de Janeiro), Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) e dez empresas de médio porte  em 2011; bem como a organização do congresso Brasil-Alemanha de Inovação, no âmbito da "Temporada Brasil-Alemanha 2013-2014", apoiado pelo Ministério Federal Alemão de Educação e Pesquisa (BMBF), em parceria com a Câmara Brasil-Alemanha São Paulo e o Senai.

O Fraunhofer IPK executa ainda inúmeros projetos de desenvolvimento tecnológico e inovação no Brasil, em parceria com empresas, universidades e outras instituições. Uma parceria de mais de 8 anos com o Instituto Tecnológico de Aeronáutica ITA, com a execução conjunta de inúmeros projetos de pesquisa, irá culminar na implementação do Fraunhofer Project Center for Advanced Manufacturing em São José dos Campos em 2017, que irá se tornar o centro do operações do Fraunhofer IPK no Brasil.

Demais projetos atualmente em execução no Brasil, ou em parceria com instituições brasileiras, que merecem destaque, são os seguintes: desenvolvimento e fabricação de peças aeronáuticas em liga de titânio através de manufatura aditiva (fusão seletiva a laser - SLM) com a Embraer; microestruturação de implantes dentais aplicando tecnologia laser, em parceria com a empresa Laser-Mikrotechologie de Berlin, o Instituto SENAI de Inovação em Laser e a empresa Biokyra, ambos de Santa Catarina; internacionalização do Cluster de Fotônica de Berlin, que inclui cerca de 390 empresas de tecnologia, para o Brasil, tendo como parceiros o SENAI-SC, a Secretaria do Estado de Berlim para Economia, Energia e Empresas Públicas, bem como a Berlin Partner for Business and Technology; desenvolvimento de ferramentas de corte em metal-duro utilizando Nióbio, em parceria com a Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração CBMM de Minas Gerais.
 

Fonte: Fraunhofer Liaison Office Brazil

Tags: 

Membros