Universidade Técnica de Berlim

 

A Universidade Técnica de Berlim (TU Berlin) é uma das maiores universidades técnicas da Alemanha, internacionalmente renomada e rica em tradição. Ela conta com quase 35.000 estudantes, cerca de 100 cursos e 40 faculdades e institutos. O notável desempenho em pesquisa e ensino, bem como, a qualificação de excelentes graduados dá destaque à Universidade localizada na capital alemã e no centro da Europa.

Vários percursores da ciência e ganhadores do prêmio Nobel estudaram e ensinaram na TU Berlin. Entre eles os químicos Carl Bosch e Fritz Haber, também os físicos Gustav Hertz, Eugene Paul Wigner, Wolfgang Paul, George de Hevesy, Dennis Gabor e Ernst Ruska. Desde sua reabertura em 1946, também as ciências humanas são parte integrante da universidade que tem como foco principal as engenharias e as ciências naturais. Dessa forma, a TU Berlin foi a primeira universidade técnica da Alemanha a implementar conceitos das ciências humanas em seu perfil de pesquisa.

Suas principais especialidades de pesquisa fazem a universidade se destacar em 6 ênfases: engenharia e ciências de materiais e de produção, redes digitais, sistemas de energia, uso sustentável de recursos, infraestrutura e mobilidade, sistemas de informação e comunicação, bem como, no desenvolvimento de aplicações no campo da medicina. A TU Berlin pesquisa esses temas pela de forma interdisciplinar entre suas especialidades centrais nas áreas de engenharia, informática, ciências da vida, gestão de matemática e das ciências naturais.

Além da universalidade e multidisciplinaridade do conhecimento científico, também, a internacionalização é uma característica essencial do moderno sistema do pesquisar científico na TU Berlin. A universidade segue na sua estratégia de internacionalização o conceito de “Aliança estratégica” junto com as universidades mais prestigiosas do mundo. Entre elas, a Universidade de Tecnologia de Varsóvia (WUT), a Universidade Norueguesa de Ciência e Tecnologia (NTNU), o Politécnico de Milão, Universidade Técnica de Viena (TU Wien) e a Universidade Estatal Politécnica de São Petersburgo (SPBGPU). Desde 2017, a TU Berlin mantem sua primeira aliança estratégica ultramar com a Universidade de Tecnologia de Sydney (UTS). Essas parcerias devem expandir um pilar cooperativo para serem realizadas diversas atividades conjuntas em pesquisa e ensino.

Um outro importante componente é a estratégia de cooperação com organizações científicas em três regiões chaves: Leste Europa, Sudoeste Asiático e América do Sul. Com parceiros no Brasil, a TU Berlin, pôde participar em mais de 60 cooperações diferentes nos últimos anos. Com destaque para as bem-sucedidas parcerias no campo das engenharias, como por exemplo, o programa teuto-brasileiro “BRAGECRIM”. Também ao lado de seus parceiros brasileiros, a universidade teve exitosas cooperações nos campos de ciências naturais, informática, arquitetura, filosofia e sociologia.

Como membro associado ao DWIH São Paulo, a TU Berlin quer aprofundar ainda mais os contatos já estabelecidos. Junto com a Freie Universität Berlin (FU Berlin), ela irá representar no Brasil a posição que Berlim ocupa no meio científico e ser um ponto de contato para interessados em formação, pesquisa e ciência.

Para mais informações clique aqui.

Contato:

Senta Maltschew, PMP
Project Manager
International Scientific Cooperation

Technische Universität Berlin
Office of International Affairs
Straße des 17. Juni 135
Alemanha - 10623 Berlin
Tel: +49 (0)30 314-29465
brasilien@intws.tu-berlin.de
http://www.tu-berlin.de/

Membros